Connect with us

Hi, what are you looking for?

Política

Casarão que pertenceu a família fundadora de Duas Estradas será transformado em Centro Cultural

A Prefeitura de Duas Estradas declarou de utilidade pública, para fins de desapropriação, o imóvel situado na Rua José Moreno Gondim, conhecido popularmente como “Casarão”. O Decreto Municipal nº 59/2022 publicado no Diário Oficial do Município nesta quarta-feira (05), justifica que a desapropriação tem como finalidade a adoção dos atos para preservação e conservação, considerando sua vultuosa importância cultural, arquitetônica, artística e histórica para Duas Estradas e para o Estado da Paraíba.

A partir do decreto, serão adotadas as providências necessárias ao processo indenizatório do imóvel, com recursos da Prefeitura de Duas Estradas, que já investiu mais de R$ 23 mil reais para a elaboração dos projetos.

A restauração da edificação receberá um investimento aproximado de R$ 1 milhão de reais do Governo do Estado da Paraíba, através da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan). A parceria com o Governo do Estado se efetivou, por meio de uma reunião da Prefeita Joyce Renally com o Secretário Deusdete Queiroga, intermediada pelo Deputado Ricardo Barbosa.

Com a conclusão da obra será instalado o Centro Cultural Palacete Francisco Costa, que terá o objetivo da preservar o patrimônio histórico, artístico e cultural do Município, bem como sediar exposições e outros eventos culturais.

Sobre o Casarão

O “Casarão” tem sua edificação datada de 1920 e está localizada no Centro Histórico do Município. Atualmente, a estrutura se encontra em ruínas, com notório risco de perecimento total do bem. O imóvel era de propriedade do senhor Francisco José da Costa (Capitão Costinha), primeiro prefeito eleito de Caiçara, município ao qual Duas Estradas pertencia. Capitão Costinha foi fazendeiro e filho do fundador do Município de Duas Estradas, Antônio José da Costa.

Perfazendo-se como a mais grandiosa residência dos entornos da Serra da Copaoba (hoje Serra da Raiz), o “Casarão” é tido como um marco para o surgimento da Vila Costa, agrupamento moradias que resultou no Município de Duas Estradas.