Connect with us

Hi, what are you looking for?

Política

Prefeito de Esperança é condenado a 7 anos de prisão pela Justiça Federal

O prefeito de Esperança, Nobson Pedro de Almeida, mais conhecido como Nobinho, foi condenado a pena de 7 anos de detenção pelo juiz da 6ª Vara Federal, Gustavo de Paiva Gadelha. A decisão tem como base denúncia do Ministério Público Federal (MPF) que imputa a ele infrações como fraude em licitação e desvio de verbas federais.

As supostas irregularidades começaram a ser investigadas pelo MPF em 2016. A tese é de que houve fraude licitatórias e desvio de recursos na execução de um convênio firmado entre o Município de Esperança e o Ministério do Turismo.

Na decisão, Nobinho foi enquadrado nos crimes de fraude em licitação, apropriação e desvio de bens e rendas públicas, entre outros. Ele foi prefeito de Esperança de 2009 a 2012, período dos crimes, segundo o MPF. Em 2017 assumiu mais umas vez e em 2020 foi reeleito.

A defesa do prefeito de Esperança informou ao Conversa Política que vai recorrer da decisão. Segundo ele, as acusações eram gravíssimas, mas eles conseguiram afastar ‘toda e qualquer ligação do prefeito no cometimento de crimes’. “Infelizmente o gestor tem que responder até pelos atos dos outros, simplesmente por ser prefeito. Friso que não existe risco de prisão ou perda do mandato, muito menos inelegibilidade“, disse.